Elaboração de projetos culturais, palestras, oficinas, curso, animação de aniversários infantis.

sábado, 22 de janeiro de 2011

Recordações fotográficas

Os registros fotográficos são sempre bons motivos para as recordações de atividades, momentos pessoais e projetos que realizamos nessa vida poética, alegre, sombria e repleta de sonhos.



Valner, Fabiolo, Eu, Casquinha e Cafuné, no caranaval de 1997, praia de Barreiras - Icapuí/CE.


Ronaldo, Celinha, Eu, Ubirajara, Clementino, Josivan e Djnan - espetáculo "Um Político Corrupto", apresentação em maio de 2001, no palhoção em Campo Grande/RN.


No centro de Porto Alegre/RS em 2003, quando fiz viajem pelo Programa Alfabetização Solidária - Ao lado de um cachorro alemão da raça do "Scooby Doo".


Estádio Olímpico - Campo do Grêmio de Porto Alegre/RS.


Estádio do Beira Rio - Campo do Internacional de Porto Alegre/RS.

Frutos da arte

Em meados de 2001, a Cia. Ciranduís trabalhou o Projeto Arte Na Escola, na cidade de Messias Targino/RN. Tempo em que ministrávamos oficinas de teatro, dança, poesia e capoeira na Escola Julio Benedito envolvendo cerca de 500 crianças e adolescentes.

Naquela época, eu ministrava oficina de dança e na minha turma conheci duas garotas gêmeas atendendo pelos nomes de Heloisa e Monalisa, filhas do mecânico Sucupira. Eram o xodó de todos. Magrinhas, franzinas, compridas e muito inteligentes.

Quando o projeto terminou pouco nos víamos. O tempo passou e atualmente encontro sempre as duas gêmeas participando do Grupo de Teatro Arte e Ação da cidade na qualidade de articuladoras. Fiquei muito feliz em saber que aquelas crianças de ontem já assumem uma responsabilidade de gente grande, mesmo adolescentes.

Uns partem outros chegam

A rotina cultural no município de Janduís é constante a cada ano, uma vez que se renova sempre. Em quase seus 18 anos de existência a Cia. Ciranduís já se acostumou à partida de membros e chegada de novos integrantes.

Brincamos de teatro até enquanto não assumimos a responsabilidade total em nossas vidas sobre o que queremos fazer de verdade. Uns insistem, outro partem para seguir outros rumos, outros caminhos pela sobrevivência.

Enquanto não descobrimos o verdadeiro caminho da vida, discutimos nossas idéias, nossos sonhos, desejos e vontades. E dessa forma, vamos sobrevivendo e sempre renovando nossos quadros. Isso é bom e necessário para que o processo seja tão bom o quanto é.

O Clero dando exempo

Em protesto contra o reajuste de 61,8% concedido a deputados e senadores, o bispo não quis receber comenda



Brasília - Uma solenidade de entrega de comenda no Senado terminou em constrangimento para os parlamentares que estavam em plenário. Em protesto contra o reajuste de 61,8% concedido a deputados e senadores na semana passada, o bispo de Limoeiro do Norte (CE), dom Manuel Edmilson Cruz, recusou-se a receber a Comenda dos Direitos Humanos Dom Hélder Câmara.



Em discurso, ele destacou a realidade da população mais carente, obrigada a enfrentar as filas dos hospitais da rede pública. "Não são raros os casos de pacientes que morreram de tanto esperar o tratamento de doença grave, por exemplo, de câncer, marcado para um e até para dois anos após a consulta".



Dom Manuel da Cruz lamentou que o Congresso tenha aprovado reajuste para seus próprios salários, da ordem de 61,8%, com efeito cascata nos vencimentos de outras autoridades, "enquanto os trabalhadores do transporte coletivo de Fortaleza mal conseguiram 6% de aumento em recente luta por elevação salarial", disse. O bispo mencionou também as aposentadorias reduzidas, o salário mínimo que cresce em "ritmo de lesmas".



Comenda



Ao recusar a comenda, o bispo foi taxativo: "A comenda hoje outorgada não representa a pessoa do cearense maior que foi dom Hélder Câmara. Desfigura-a, porém. De seguro, sem ressentimentos e agindo por amor e com respeito a todos os senhores e senhoras, pelos quais oro todos os dias, só me resta uma atitude: recusá-la".



Nesse momento, quando a sessão era presidida por Inácio Arruda (PCdoB-CE), autor da homenagem, o público aplaudiu a decisão.



Após a recusa formal, o bispo cearense acrescentou que "ela é um atentado, uma afronta ao povo brasileiro, ao cidadão contribuinte para o bem de todos com o suor de seu rosto e a dignidade de seu trabalho".
Ele acrescentou que o reajuste dos parlamentares deve guardar sempre "a mesma proporção que o aumento do salário mínimo e o da aposentadoria".
Dom Edmilson Cruz afirmou que assumia a postura com humildade, sem a pretensão de dar lições a pessoas tão competentes e tão boas".

Diante da situação criada, o senador José Nery (Psol-PA) cumprimentou o bispo pela atitude considerada "coerente" com o que pensa.



"Entendemos o gesto, o grito e a exigência de dom Edmilson Cruz que, em sua fala, diz que veio aqui, mas recusará a comenda Dom Helder Câmara. Também exige que o Congresso Nacional reavalie a decisão que tomou em relação ao salário de seus parlamentares", acrescentou o senador paraense.

Cuidados

Mesmo exonerado da Casa de Cultura de Janduís, estou cuidando da estrutura e do material existente. A fundação José Augusto fez o contato e perguntou se eu poderia ficar nessa responsabilidade até a nomeação do novo Agente Cultural. Aceitei numa boa mesmo sem remuneração, porque acredito que a questão cultural está acima de qualquer interesse político-partidário. Vou continuar atuando junto a casa de cultura pela importância que ela tem para o município e para os artistas.

Novo Governo

A atual governadora do Rio Grande do Norte, Rosalba Ciarline, tem começado um governo anunciando crise financeira e mesmo assim, se mostra com muita disposição pra trabalhar pelo povo potiguar. Isso é o quem vem anunciando na mídia e sendo executado.

Um quadro governamental que está em formação, porém muita gente qualificada para exercer suas funções no primeiro escalão. Apesar de ter votado no Projeto de Rosalba, torço para que as coisas funcionem de verdade.

terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Mudanças são necessárias.

Após três anos a frente da Casa de Cultura de Janduís, onde tive uma experiência impar como profissional da cultura na área administrativa, o novo Governo do Estado exonerou todos os cargos, em publicação sábado, 08, no Diário Oficial do Estado, onde estou listado.

É uma exoneração natural, sem surpresas, haja vista que não comunguei politicamente com o projeto lançado pelo grupo do Governo atual, e sim, com as orientações do Partido dos Trabalhadores – PT, seguindo o projeto derrotado nas urnas em 2010.

A Casa de Cultura pra mim não foi território de emprego e sim uma missão concedida para desenvolver um trabalho cultural naquela instancia. Pena que a petulância da politicalha interiorana dificultou muitos projetos e realizações locais. Coisa natural! Sem ressentimentos.

Foi como Agente Cultural que aprendi a ser forte com as barreiras impostas durante o processo. Tudo isso, por questões de posturas e definições claras de lado e posicionamento político cultural, o que pra muitos não se vê a olho nu, e prefiro ser claro.

Saio da Casa de Cultura sem nenhum vício de cargo, mágoa, arrependimento de não ter feito inúmeras coisas que não aconteceram; saio de cabeça erguida e com o olhar adiante de ter feito aquilo que pude fazer, diante de tantos entraves “normais”.

Enquanto militante da cultura vou continuar contribuindo com o trabalho da Casa de Cultura, uma vez que sei o quanto foi duro conseguir tal espaço junto ao Estado. Estou também com a cultura no geral. Diante disso, não só desejo sorte e sucesso ao meu sucessor; desejo garra e aplicabilidade.

Contudo, para que se tenha um trabalho promissor é preciso do olhar principalmente dos artistas – o que não faltou – dos Poderes públicos Municipal, Estadual e Federal. É preciso união em torno de um projeto cultural sustentável que não enxergue partido nem “lideranças” políticas.

É preciso inaugurar a Casa de Cultura, ter ASG, Vigia, material de limpeza, reparar portas, teto, piso e acredito que um olhar especial principalmente do Governo do Estado. É importante que o Agente de Cultura tenha respaldo financeiro e administrativo do Governo.

Sou grato ao Partido dos Trabalhadores de Janduís e do estado, a gestão municipal 2005/2008 a qual participei, ao Deputado Mineiro, Crispiniano Neto, vereadores Braga e Raimundo Canuto e claro a todos os artistas que estiveram comigo em todos os momentos.

Muito obrigado mesmo pela oportunidade. Me sinto bem mais preparado e tranqüilo para enfrentar os novos desafios me impostos.

Lindemberg Bezerra
Artista popular/ex-Agente da Casa de Cultura de Janduís

Exoneração I

A Governadora Rosalba Ciarline exonerou todos os cargos das Casas de Cultura do Rio Grande do Norte, além de outros ligados a Cultura, em publicação sábado, 08. Confira lista de exonerados.

DIÁRIO OFICIAL\PODER EXECUTIVO\GOVERNADORIA\ATOS\

Exoneração de FÁBIO HENRIQUE LIMA DE ALMEIDA - FJA.doc
Exoneração de JOSÉ GILSON MATIAS BARROS - FJA.doc
Exoneração de IONE BEZERRA DA CUNHA - FJA.doc
Exoneração de ROMICÉLIA ARAÚJO DOS SANTOS - FJA.
Exoneração de FRANCISCO CIPRIANO DE CARVALHO - FJA.

Exoneração de GUSTAVO ADOLFO DE MEDEIROS - FJA.doc

Exoneração de PARCÉLIO PEREIRA DA SILVA - FJA.
Exoneração de IVONETE ALBANO BEZRRA - FJA.doc
Exoneração de FRANCISCA ALAENE LOPES ALVES - FJA.

Exoneração de JOSÉ MESSIAS DOMINGOS - FJA.doc

Exoneração de SUANA SUASSUNA BARRETO - FJA.
Exoneração de JOÃO MARIA ARAÚJO DE LIMA - FJA.doc
Exoneração de FRANCISCO JARDEL DE AMORIM - FJA.
Exoneração de JOSÉ ANCHIETA ALVES LOPES - FJA.doc
Exoneração de DÉCIO AMÉRICO GOMES DE HOLLANDA -
FJA.doc
Exoneração de JOÃO MARIA DA SILVA - FJA.
Exoneração de DICKSON JOSÉ FERNANDES MEDEIROS -
FJA.doc
Exoneração de IVANIRA RIBEIRO MACHADO - FJA.doc
Exoneração de LUIZ CÉSAR FERNANDES - FJA.
Exoneração de PEDRO FERREIRA DA COSTA - FJA.doc
Exoneração de NEVOLÂNDIA LAUREANO ALVES - FJA.
Exoneração de SÉRGIO WICLIFI BORGES DE PAIVA - FJA.doc

Exoneração de MARIA AUXILIADORA FERNANDES BARROS
DANTAS - FJA.doc
Exoneração de DIONÍSIO COSME NETO - FJA.
Exoneração de JOSÉ DONIZETE SANTIAGO DE LIMA - FJA.doc

Exoneração de EDDY RUMMENICK DUARTE MARINHO - FJA.
Exoneração de JOÃO MARIA MARCELINO DE OLIVEIRA -
FJA.doc
Exoneração de MARCOS MARCONDES MARINO - FJA.
Exoneração de LAURO BEZERRA DA TRINDADE NETO - FJA.doc

Exoneração de ERIVALDO DO NASCIMENTO GALVÃO - FJA.doc
Exoneração de PAULO PEREIRA DE BRITO - FJA.
Exoneração de DINNO IWATA MOTEIRO - FJA.doc
Exoneração de SÉRGIO GONDIM MIRANDA DE FARIAS -
FJA.doc
Exoneração de UBIRAJARA LEÃO CAFFARO JÚNIOR - FJA.
Exoneração de FRANCISCA CÉLIA PEREIRA ALVES - FJA.doc
Exoneração de JOSIMAR TAVARES DE MEDEIROS - FJA.
Exoneração de SÔNIA MARIA SOARES SANTOS - FJA.doc
Exoneração de ANTÔNIA LOPES DE MENEZES - FJA.
Exoneração de ANA MARIA LEIROS CUNHA - FJA.doc
Exoneração de RICARDO FRANÇA DA SILVA - FJA.doc
Exoneração de LINDEMBERG DA SILVA BEZERRA - FJA.
Exoneração de MARIA CRISTINA CELANI CHACON - FJA.doc
Exoneração de TACIANA MONTEIRO DE OLIVEIRA E SANTOS -
FJA.
Exoneração de MÁRCIA DA FONSECA VARELLA - FJA.doc
Exoneração de MÁRCIO RODRIGUES FARIAS - FJA.doc
Exoneração de PAULA MARILENE MONTEIRO DE MEDEIROS -
FJA.
Exoneração de MARIA HELENA DE MEDEIROS LEITE - FJA.doc

Exoneração de MONALISA BRITO PAULA DE MORAIS - FJA.
Exoneração de LUIS ANTÔNIO DE PAIVA - FJA.doc
Exoneração de VATENOR DE OLIVEIRA SILVA - FJA.doc
Exoneração de SAMIRA FABRÍCIA GURGEL DE MOURA - FJA.
Exoneração de IRACEMA SABÓIA DE CASTRO - FJA.doc
Exoneração de BRUNNA CASTILHO BROK - FJA.doc
Exoneração de DALIANA CASCUDO R. MENDES - FJA.doc
Exoneração de RAPHAEL DE MELO - FJA.doc
Exoneração de TATIANE CRISTINA FERNANDES - FJA.doc
Exoneraçãod e WECSLEY DA CUNHA NEPOMUCENO - FJA.doc
Exoneração de MIRABEAUX DANTAS FILHO - FJA.doc
Exoneração de ROGÉRIO DIAS XAVIER - FJA.doc
Exoneração de WANIE ROSE DE MEDEIROS SOUZA - FJA.doc
Exoneração de PEDRO LUIZ DA SILVA ABECH - FJA.doc
Exoneração de NATÁLIA GABRIELA FERNANDES DE MORAIS -
FJA.
Exoneração de JOSÉ ALBANO DA SILVEIRA - FJA.doc
Exoneração de RAIMUNDO VITURINO DA SILVA - FJA.doc
Exoneração de SILVANA MACÊDO DE SOUZA - FJA.doc
Exoneração de ANTÔNIO FERREIRA DANTAS JÚNIOR - FJA.
Exoneração de GLEIDE LÚCIA DOS SANTOS GALVÃO - FJA.doc

Exoneração de JOSELIN FERREIRA DE ANDRADE - FJA.doc
Exoneração de RÔMULO ESTÂNRLEY SOUZA DE MEDEIROS -
FJA.
Exoneração de ROSÂNGELA MOURA DA SILVA - FJA.doc
Exoneração de SOLANGE APARECIDA GAMEIRO DE FREITAS -
FJA.doc
Exoneração de DJANE GOMES DE ARAÚJO - FJA.
oneração de CARLOS ALBERTO BARBOSA - FJA.doc
Exoneração de JOSAFÁ ALVES FERNANDES - FJA.
Exoneração de MARGHERITA MARIA DOS SANTOS - FJA.doc
Exoneração de ADMILSON FERREIRA DA SILVA FILHO -
FJA.doc
Exoneração de INALDO FONSÊCA DE MELO - FJA.
Exoneração de FRANCISCA VANÍRIA DANTAS DO NASCIMENTO -
FJA.doc
Exoneração de JURACI FERREIRA - FJA.
Exoneração de ALBA MARIA BELCHIOR DA SILVA - FJA.doc
Exoneração de MARIA HELENA SOARES DE ARAÚJO NETA -
FJA.doc
Exoneração de MARIA APARECIDA DE SOUZA - FJA.
Exoneração de ZORAIDE DAMÁSIO DE OLIVEIRA - FJA.doc
Exoneração de SARA INGRID SOUSA COSTA - FJA.doc
Exoneração de SILBENE BATISTA DA SILVA - FJA.
Exoneração de RAIMUNDO DAMÁSIO DA COSTA FILHO -
FJA.doc
Exoneração de ISAQUE PAULO RODRIGUES - FJA.doc
Exoneração de TÁSIA MARIA SOUZA DE ARAÚJO - FJA.
Exoneração de JOÃO DE DEUS DE SOUZA - FJA.doc
Exoneração de FRANCISCA VANEIDE PEREIRA - FJA.doc
Exoneração de KERGINALDO VARELA DE ALBUQUERQUE - FJA.
Exoneração de ELENI FERNANDES DE QUEIROZ - FJA.doc
Exoneração de FRANCISCO JOBIELSON DA SILVA - FJA.doc
Exoneração de ANA LÚCIA DE MORAES PAIVA ROCHA - FJA.
Exoneração de PEDRO NUNES DA COSTA NETO - FJA.doc
Exoneração de JOSÉ TAVARES FILHO - FJA.doc
Exoneração de FRANCISCO ASSIS ALVES DA COSTA - FJA.
Exoneração de MARIA JOSÉ DA SILVA PORTUGAL - FJA.doc
Exoneração de DIANA MARIA LEOPOLDO DE ARAÚJO - FJA.
Exoneração de MARIA JOSÉ SOARES DA COSTA - FJA.doc
Exoneração de ADAILMA DUARTE DE SOUZA GOMES - FJA.doc
Exoneração de MARIA AUXILIADORA DE ARAÚJO MEDEIROS -
FJA.doc
Exoneração de CUSTÓDIO JACINTO DE MEDEIROS - FJA.doc
Exoneração de SÉRGIO TORRES - FJA.doc
Exoneração de JOSÉ JALES DE ARAÚJO COSTA - FJA.doc
Exoneração de JOSÉ AUGUSTO DA COSTA - FJA.
Exoneração de JOSÉ EDIVANILSON DA SILVA - FJA.doc
Exoneração de VICENTE RANIERE DE AQUINO SOARES - FJA.
Exoneração de ANASTÁCIA CYNTHIA E. DE SOUZA LUSTOSA -
FJA.doc
Exoneração de FRANCISCO ANTÔNIO DA SILVA - FJA.
Exoneração de SÔNIA MARIA SOUZA DA PURIFICAÇÃO -
FJA.doc
Exoneração de FABÍOLA SOUZA DA ROCHA - FJA.doc
Exoneração de MARIA LEONOR ASSUNÇÃO GUIMARÃES RIBEIRO
- FJA.
Exoneração de JOSÉ AMORIM DO NASCIMENTO - FJA.doc
Exoneração de MARIA BEZERRA DE LIMA - FJA.doc
Exoneração de FERNANDO ANTÔNIO BEZERRA GALVÃO -
FJA.doc
Exoneração de ADRIANO BEZERRA NUNES - FJA.doc
Exoneração de VENÂNCIO PINHEIRO BARBOSA - Chefia
Cultural - FJA.

Exoneração II

Dentre as exonerações já esperadas pelo novo governo, acredito haver um equívoco quando da exoneração de ANTONIA LOPES D EMENEZES, Pitonha, uma vez que ela foi nomeada em 2007 e no mesmo ano exonerada.

A questão é que no organograma do Estado, na gestão anterior, à Casa de Cultura de Janduís só comportava um Agente, uma vez que não há recurso para pagar ao segundo. Portanto, acredito que houve um pequeno equívoco, a menos que seja provado o contrário.

Com esse novo Governo, é possível que se nomeie quantos agentes forem necessários, desde que o cargo seja criado no organograma. Pergunto: -Se Janduís tivesse mesmo dois cargos, este segundo não seria ocupado? Tenho certeza como dois e dois são quatro!

Aniversário em São José/PB

O prefeito Neidinho de São José do Brejo do Cruz/PB, cidade a 36 km de Janduís, comemorou seu aniversário, sábado, 08, com grande participação popular de seu município e municípios vizinhos.

Em vez de uma festa reservada entre amigos e familiares, Neidinho convidou a comunidade e ofereceu bebida, churrasco e duas bandas tocando em praça pública. Todos os gastos foram divididos entre a comunidade, funcionários, amigos e o prefeito. Estive lá participando da festa coletiva.

Participação em espetáculo

Nos próximos dias estarei participando da montagem de um espetáculo teatral na qualidade de ator, dirigido nada mais, nada menos por Junio Santos. Isso mesmo, o anúncio surgiu na rede do Escambo pelo próprio Junio que resolveu montar um espetáculo com artistas de nossa região. Será uma experiência inovadora e promissora.

Outros nomes como Diego Tavares (Cia. Ciranduís), Jardeu Amorim (Cia. Arte e Riso) Temir Fogo (Pau e Lata) estão na lista da composição clássica.

A última vez que participei como ator de um espetáculo dirigido por Junio Santos, foi em 1999, quando ao lado Toinho de Helena de Janduís e companheiros do Escambo, participamos das comemorações aos 20 anos de Icapuí/CE.

TIM – Viver com fronteiras

A operadora TIM que cobre nossa região vem oferecendo serviços de péssimas qualidades à população. Pra se ter uma idéia, são necessárias várias tentativas pra conseguir uma ligação, quando o usuário não desiste.

Acredito que esse problema seria resolvido facilmente se houvesse a abertura e implantação de outras operadoras na região, que gerasse concorrência e melhoria de atendimento.

Escambo de Guaramiranga

Grupos e artistas da região Oeste do Rio Grande do Norte já estão se articulando no sentido de marcar presença no XXIX Escambo de Guaramiranga/CE, que acontecerá entre os dias 28, 29 e 30 de janeiro de 2011.
Dentre eles:
- Cia. Ciranduís, Ginga Faceira e Brincantes do Sertão (Janduís)
- Arte e Riso e Culturarte (Umarizal)
- Arte e Ação (Messias Targino)
- Tribo da Arte e Arte e Ginga (Lucrécia)
- Wberlhane Pereira (Movimento Social – Upanema)
- Abelhar (Felipe Guerra)

domingo, 2 de janeiro de 2011

Filme Inácio Garapa

Quando estive em Alexandria, na última semana de dezembro de 2010, trouxe comigo dois DVDs do filme “Inácio Garapa – Um Matuto Sonhador”. O filme que foi produzido com pessoas da comunidade de Alexandria foi lançado ainda em novembro de 2010.

Muito bom o enredo e ação dos atores. Parabéns ao J. Gomes produtor do filme pela coragem e pela audácia de fazer uma obra caseira de brilho tão intenso. Já assisti ao filme umas dez vezes.

Virada do ano

Após participar de um jantar entre amigos e da brincadeira do amigo secreto, na residência dos irmãos Jório, Jaine e Rossegna, me despedi de 2010 na Praça Hermilo Vieira em Janduís, onde se encontravam muitos populares e amigos.

Ao lado de meus pais, Irmã e companheiros de trabalho, brindamos 2011 com abraços e votos de sorte e sucesso. Não passei com meus filhos pela idade e pelo percurso longo da noite. Ambos adormeceram.

Lindemberg Junior e Libégna Bezerra ainda pude vê-los durante o dia todo. Já o filho mais novo, João Emanuel, que reside em Alexandria/RN, ficou só na Lembrança. À distância me impediu de visitá-lo.

Auto do Menino Deus em Janduís

Não aconteceu o que a comunidade esperava. Mais de dois meses de preparação e a véspera de acontecer o espetáculo O Auto do Menino Deus em Janduís, os atores preferiram as festas, a curtição e as baladas.

Nada a reclamar de uma juventude indecisa que ainda não sabe o que quer. Uns desejam ser artistas, outros não sabem onde querem parar. Há uma desmotivação total em nossa juventude. Digo que a cultura enfrenta um momento de dispersão.

Nessa hora não basta apontar o dedo e encontrar culpados. Depois de tudo pronto, não podemos dizer que falta ação, uma vez que ela própria deve partir da comunidade pra ter respaldo dos Poderes constituídos.

Para mim, foi uma verdadeira lição. Compreendi que precisamos muito mais do que qualquer gesto de união, observado que nossos jovens passam por momentos de indecisões. E para seguir um rumo, um caminho menos complicado é preciso competência e ação.

Natal longe de casa

A festa do Natal é sem dúvida um símbolo de renascimento e comemoração da vida. É tradição, passar a noite de Natal com a família, com os filhos, irmãos, pais. Enfim ao lado de quem gostamos. Dois anos seguido fiquei longe de casa.

Em 2009, fiquei em Bom Sucesso/PB. Terminei com as atividades em Portalegre/RN e rapidamente saí de moto às 21h, em busca de mais uma realização profissional. No meio do caminho parei em Pau dos Ferros/RN e só ouvi a voz de minha mãe e meus filhos.

Impossibilitado de voltar pra casa na noite de 24 de dezembro de 2010, acabei ficando em Portalegre/RN e passando o Natal com o elenco do Auto do Menino Deus, que sem dúvida foi muito bom e positivo.

Eu havia prometido que iria passar com meus filhos em Janduís. Não deu. Às 22h, liguei pra avisar que não iria e ouvi uma voz tremula de meu filho Lindemberg Jr. de tristeza e decepção. Fiquei triste, mas entendi que a vida artística passa por esses momentos longes.

Refletindo sobre o Auto do Menino Deus de Portalegre

Repetido a ação de 2009, voltamos e realizar o espetáculo “O Auto do Menino Deus” em Portalegre/RN. Começamos a discussão no final de novembro e tivemos um intervalo longo devido a festa da padroeira da cidade e o Festival de Teatro de Rua do Recife/PE.
Momentos de descontração nos ensaios
Munido de uma juventude repleta de vontade e determinação, enfrentamos a montagem com muita dificuldade em virtude do pouco espaço de tempo. Mesmo assim, juntamos nosso amor e vontade e fizemos o espetáculo acontecer.
Junior, eu e o Batista
Tiro meu chapéu para o Projovem de Portalegre, quem tem a frente o instrutor Tontonho Nobre que virou o símbolo do espetáculo. Havia uma desconfiança sobre os jovens e uma energia negativa. Mas, tudo isso foi superado e o espetáculo foi muito bonito.
Conversa off-trabalho, no mirante da Bica
A confiança depositava nas crianças da dança e a credibilidade passada pelo secretário da SEMTHAS Luizinho, deu outro sentido ao espetáculo. Foi um ano de mais envolvimento, amizade e acima de tudo realização coletiva.