Elaboração de projetos culturais, palestras, oficinas, curso, animação de aniversários infantis.

domingo, 29 de maio de 2011

Pólo do PT no Médio Oeste se reuniu em Patú/RN.

A direção do Pólo do Partido dos Trabalhadores – PT, no Médio Oeste, voltou a se reunir neste domingo, 29, às 09h, na Câmara Municipal em Patú/RN, para discutir fortalecimento partidário na região.

Sem se encontrar a quase dois anos, militantes do PT, membros de diretórios, mandatos de vereadores, vice-prefeito, realizaram uma reunião de encaminhamentos, informes gerais e deliberaram ações que serão realizadas até o final de 2011, quando será iniciada uma nova etapa.

Estiveram no encontro representantes de Janduís, Messias Targino, Campo Grande, Patú, Paraú e Almino Afonso. Nova atividade do Pólo será realizada nos dias 23 e 24 de julho, onde será realizado um encontro de formação em Messias Targino.

Animação e lazer complementam fim de semana

Sem sombra de dúvidas, nosso povo gosta de uma boa seresta e apreciar momentos de lazer. A exemplo, o Circo do palhaço Chameguinho está na cidade há 15 dias e sempre conta com excelente público todas as noites. Um outro atrativo é o campeonato de mini-campo que acontece por trás do Módulo Esportivo.

O barraco do Renan, realizou sexta, 27, grande seresta com Zé Martins e deu casa cheia. Mesmo com duas atrações no mesmo dia satisfaz todos os gostos. Sábado, 28, tivemos Seresta com Oscar Silva, na Churrascaria Santa Terezinha e Discoteca na Casa da Música. Público em ambas as partes. Eita povo bom farra.

Estréia de espetáculo em Janduís

O envolvidos na montagem do espetáculo Casaco de Urdemales, apontam indicativo de estréia em Janduís, sábado, 04 de junho, às 16h, em frente à casa de Dona Lôra. A idéia partiu do diretor e facilitador cênico do espetáculo Junio Santos, por se tratar de uma relação muito boa com a cidade há muito tempo. Vamos nessa.

Fábio Dantas poderá ser candidato prefeito pela Oposição

A cidade toda já sabe de algumas intenções sobre possíveis candidaturas a sucessão executiva de Janduís, como os nomes da vereadora Lígia Félix (PSDB), Beto de Peixinho (SEM PARTIDO), Zé Bezerra e Raimundo do Sindicato (PT), além da preferência de uma candidatura trabalhada pelo atual prefeito Salomão Gurgel (PT).

Essa semana tivemos a informação pelo próprio vereador Fábio Dantas (PV) que poderá ser o candidato pela oposição de Janduís a prefeito da cidade. Segundo Fábio, tudo será possível caso se tenho uma aliança forte e um bloco consensual. Muitas águas vão rolar.

Sobre o Conselho Municipal de Cultura em Janduís

Com quase de 20 anos de discussão sobre a legalização do Conselho Municipal de Cultura em Janduís, eis que em 2008, conseguimos o feitio. As pessoas foram nomeadas, após escolha das partes representativas e não teve êxito.

No ano de 2009, um novo gás em busca do funcionamento do CMC, só que veio uma crise política local, que de certa forma atingiu o movimento cultural e o Conselho enfraqueceu e não andou.

Analisando os fatos, o funcionamento do CMC, que independe de qualquer crise política e é de suma importância para cultura local, volta a se reunir em 2011. Dessa vez a um entendimento maior em torno de suas ações.

Fui eleito novo presidente, junto comigo Rogério Silva e Cecília Meireles. Estamos tentando reanimar a militância e ver se é possível discutir cultura via Conselho. Muito fogo já foi apagado e podemos gerar mais entendimento em torno da cultura local. Depende de nós.

terça-feira, 24 de maio de 2011

Mandato fará discussão sobre o PNE

Fátima Bezerra, Braga, Chagas Fernandes e Mineiro
O Mandato do vereador Braga/PT vai realizar grande discussão sobre o Plano Nacional de Educação – PNE, na data 01 de julho de 2011, às 16h, na Câmara Municipal em Janduís, com boa equipe de debatedores.

A frente dos trabalhos estarão a deputada federal Fátima Bezerra, o deputado estadual Fernando Mineiro e Chagas Fernandes, do Ministério da Educação. O vereador garante que buscará envolver todos ligados à área e afins para tal discussão.

Janduís vai comemorar 100 anos da Assembléia de Deus

O vereador Paulinho de Vitor/PT, em reunião do Diretório do partido, faz convite para Sessão Solene na Câmara Municipal de Janduís, que acontecerá terça-feira, 31, às 16h, em menção aos 100 anos da Assembléia de Deus. Grande festa será celebrada pela comunidade Evangélica local e de todo país.

Raimundo do Sindicato registra pré-candidatura a prefeito

Depois do atual vice-prefeito Zé Bezerra registrar pré-candidatura a prefeito de Janduís para as Eleições 2012, agora é a vez do registro oficial do vereador Raimundo do Sindicato, ambos do Partido dos Trabalhadores.

Raimundo encaminhou ofício ao Diretório Municipal onde foi apresentado na segunda-feira, 23. O Partido dispõe agora de dois nomes posto em registro e fará toda uma discussão em torno da concentração de forças na coletividade.

Petistas discutem sobre assuntos temáticos

O Diretório Municipal do PT em Janduís, se reuniu na segunda-feira, 23, às 19h, na sede, para tratar assuntos relativos a finanças e Eleições 2012.

Muitos informes importantes foram passados a reunião, mas, o assunto que mais foi debatido concentrou mesmo sobre as Eleições 2012. Esse debate iniciou logo no fim de março e prece que só começou.

Contudo, as discussões já saem com mais razões do que com emoções. Como as definições políticas de Janduís pra 2012 ainda estão em construção, o Diretório também vai continuar o debate em nova reunião marcada pra terça-feira, 31, ás 19h, na Câmara Municipal.

Sertão em fartura verde

Onde passamos nessa época do ano aqui em nossa região, nos deparamos com muita alegria estampada no rosto dos sertanejos. Os açudes cheios, pasto pro gado, prosperidade e muito milho e feijão sendo colhido. Milho assado e cozido, pamonha, canjica, jerimum, melancia são ingredientes oferecidos por aqui.

Diversão com meus filhos

É sempre bom sair da rotina e se divertir um pouco mesmo que o que a gente já faz. Domingo, 22, fui ao Circo do palhaço Chameguinho que está instalado aqui em Janduís e comigo meus filhos e sobrinho. Mesmo depois de uma longa viajem durante o dia, a noite valeu à pena.

Companheiros,

Personagem Gracinha
A montagem do Casaco de Urdemales tem sido muito significativa para meu ser como pessoa, como artista e como militante da cultura popular. Em meio há uma crise econômica jamais passada em minha vida, encontro alimento e forças junto com companheiros que significam uma verdadeira família. Outro processo renasce dentro de mim e me renova cada vez mais.


Me sinto a vontade, brinco, me divirto e ao mesmo tempo aprendo muito com as vivencias da montagem. Temos uma larga relação entre os pares: Junio, Jardeu, Léo, Diego e o Vitor que chega pra dar uma melhorada na articulação do espetáculo. Não me dei conta da platéia que tivemos em Felipe Guerra, da funcionalidade do texto, já q não fiquei tenso como das outras estréias. Vi como nós nos relacionamos até no teatro, depois de um mês sem ensaio, já enfrentamos um público de mais de 350 pessoas.


Vamos em frente nos embolar com o Casaco enfeitiçado que nos endoidou naquela noite de sábado e com certeza fazer rastros por esse Brasil a fora.

Por mim!

Junio Santos fala sobre o Escambo em movimento

O último final de semana - 20 a 22 de maio -  foi muito significativo pra todos q estão envolvidos com o processo de montagem do CASACO DE URDEMALES. Fomos ensaiar, depois de um mês sem nos encontrar na cidade de Felipe Guerra no oeste do RN. Lá fomos recebidos pelo grupo Art-É-rias e a meninada do Projeto Abellhar, que eles coordenam já a mais de cinco anos.

Na manhã do sábado participamos de um roda de troca de saberes. Com jogos, brincadeiras e um bate papo interativo envolvendo 17 artistas do Abelhar/ArtÉria e os cinco envolvidos na montagem do casaco.

Conversamos sobre o escambo e aprofundamos a conversa sobre a realização dos escambitos.

Ficou claro pra todos que estavam presente que nosso encontro foi na verdade um escambito, pois reuniu o grupo e projeto de Felipe Guerra, o Ciranduís de Janduís, o Arte Riso de Umarizal e o CERVANTES do Brasil.

A tarde do sábado dedicamos de forma exaustiva a retomada do ensaio e a grande surpresa foi quando decidimos estrear - naquela noite - sem divulgação nenhuma O CASACO DE URDEMALES.

Partimos pra praça logo em seguida ao ensaio. Arrumamos os adereços, começamos a cantar e a tocar instrumentos tendo como público inicial os integrantes do grupo local. Em seguida o povo, com uma curiosidade enorme começou a chegar perto, se localizar no espaço e formar nossa roda. Não imaginávamos que teríamos tanta gente. Pela nossa contagem uma média de 350 pessoas.

Iniciamos o espetáculo com a incerteza se chegaríamos ou não ao final e se aquele público ficaria também nos prestigiando.

O nosso receio se dava pelo fato de acharmos que o tempo do espetáculo estava muito grande. Uma hora e meia!!! Pra nosso contentamento o público não arredou os pés nem depois que o espetáculo terminou. Até na manhã do domingo teve pessoas nos procurando pra agradecer e pedir pra que voltássemos outras vezes pra Felipe Guerra.

Depois saímos pra jantar e conversar sobre a manifestação.

Vimos que podemos e devemos diminuir mais um pouco. Que alguns textos se suprimidos não alteram a idéia já que são apenas complementares; que podemos colocar outros elementos cênicos e valorizar mais um pouco a entrada e movimentação do Babau da morte e do Jaraguá.

Agora já estamos agendando apresentação em Janduís, onde faremos homenagem à mestra Isabel da Conceição, conhecida como Lora, convidando todos os grupos e artistas da cidade e oferecendo no final um coquetel. Agendaremos também Umarizal e Lucrécia, cidades que nos receberam pra realização de ensaios.

Aproveito pra parabenizar Berg e Diego do Ciranduís; Jardeu, Leo e Vitor do Arte Riso pela seriedade e o respeito no trato com o teatro, pela performance de todos na primeira apresentação do CASACO DE URDEMALES.

Pra registro, nosso primeiro espetáculo, feito de surpresa, teve uma rodada de chapéu de R$ 22,50 (vinte e dois reais e cinqüenta centavos) que foi bastante representativa para todos nós e  que bancou nosso jantar sábado a noite.

Por Junio Santos,
Autor, ator e facilitador cênico do espetáculo Casaco de Urdemales.

sexta-feira, 20 de maio de 2011

Espetáculo Casaco de Urdemales


O trabalho de montagem do espetáculo “O Casaco de Urdemales” está de volta. Depois de quase um mês parado em virtude de cirurgia de atores e outras questões de saúde, o elenco volta a se encontrar entre os dias 20, 21 e 22 de maio, na cidade de Felipe Guerra/RN.
Frade João - um dos meus persogens
O espetáculo que está no Projeto Escambo em Travessia terá uma agenda que percorrerá alguns estados como PB, PE, AL, SE, BA, MG, RJ, SP, RS, SC,GO e DF entre 03 e 31 de julho. Após essa agenda, o espetáculo percorrerá o RN, CE, MA, PA, RR, AC, AM e PI.
Zé Pavão, o político das multidões - Jardeu Amorin
Estão envolvidos na montagem a Cia. Ciranduís de Janduís/RN, Cia. Arte e Riso de Umarizal/RN, Pintou Melodia na Poesia de Maracanaú/CE, Bando La Trupe de Natal/RN, Cervantes do Brasil de Icapuí/CE e Vem Cá Vem Vê de Recife/PE.

Ciranduís e uma semana de atividades

Estive participando de atividades culturais junto aos pares da Cia. Ciranduís e vi uma grande empolgação nas ações por parte de todos os envolvidos. Fizemos apresentações na segunda-feira, 16, em dois momentos e participamos de filmagens para o Programa RN Turismo da TV Ponta Negra, em Janduís. No dia 18 de maio fizemos participações em Janduís pela manhã, Caraúbas e Rafael Godeiro à tarde.  Foi muito legal estar no meio dos meninos acompanhado dos nossos membros super ativos.

Coisas tristes nos fazem chorar?!

Outro dia quando assistia à novela Cordel Encantado ao lado de minha filha Libégna Morais Bezerra, pairou um silêncio em meio a uma cena que o ator vilão expulsava uma moradora pobre de suas terras e causava retalhação à família. Notei lágrimas descendo no rosto de minha filha e perguntei por que chorava. Ela me dizia que era muito triste ver um pobre humilhado. Aquilo me marcou bastante em ver uma menina de 09 anos comovida com assunto tão importante.

Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Criança e Adolescentes

Participação da Cia. Ciranduís em Rafael Godeiro/RN
A maioria das cidades do Rio Grande do Norte, fizeram caminhada contra o abuso e exploração sexual de criança e adolescentes, na data 18 de maio, dia marcado para tal movimentação. Muitas cidades pensando no Selo Unicef, em somente lembrara a data e algumas buscando alertar realmente pra tal crime tão comum em nosso país. Contudo, é preciso que a sociedade fique atenta todos os dias e denuncie realmente quem pratica tal delito. A luta precisa ser diária.

Questões básicas para sobrevivência em grupo

Elenco do espetáculo "O Fuxiqueiro"
Assumi a coordenação da Cia. Ciranduís em março deste ano e caminhei com alguns membros desestimulados, sem interesses e desacreditados da luta. Começamos a trabalhar com a minoria interessada. Convidando outras pessoas do convívio do grupo e partimos pra ação. Deu certo.

Aos poucos fomos completando as agendas com mais pessoas, montando textos com os novos e pela necessidade surgiu a necessidade de uma vivência. Ainda com a minoria fizemos um grande encontro de idéias e objetivos futuros. Debatemos durante um dia e refletimos sobre o nosso convívio em grupo.

Palavras de respeito, coletividade, motivação, entendimento foram as que mais soaram. Foi um momento de entender a importância de cada um para o trabalho cultural da cidade e da região. É notada uma harmonia misturada à competência de nossa geração da Cia. Ciranduís, capaz de realizar boas ações em 2011. Gosto de acreditar nas pessoas e na capacidade de mudanças para o bem estar.

sexta-feira, 13 de maio de 2011

Questões sobre o Movimento Escambo em Janduís

Artistas de Janduís se dividem na opinião a favor ou contrária ao Movimento Escambo, depois de colocações equivocadas de uma turma de Recife/PE. Comentários isolados, por gente que não tem ainda o sangue correndo na veia, de escambistas de verdade. 

São legítimos os comentários locais, respeitados, avaliados quando emitidos por gente já vivenciou bem o Movimento. E cada qual sabe onde deve pisar, como andar, as relações que podem construir. É uma discussão que acredito não interligar as relações locais. É uma questão de entendimento mesmo, se não gosto de tais ações, vou pra outro local. 

Com isso, atrai outros seres que nem sabe como funcionam as engrenagens. Emitem opiniões, escutamos, avaliamos e jogamos fora. Afinal, um Movimento tão grande tem muitas contradições, opiniões opostas, anarquistas. Continuo no Movimento Escambo justamente porque vejo que posso mostrar que juntos somos muitos nas causas maiores e gerais. Questões isoladas quando desrespeitosas precisam estar de fora mesmo. Que cada local resolva suas questões e busquem suas relações.

A cultura e seus prêmios de rosca

A Cia. Ciranduís ganhou os Prêmios Lula Medeiros e Chico Villa em 2009, concedidos pelo Governo do Estado e já mandou inúmeros recibos e Certidões Negativas e nada. Não se recebeu um centavo. Há promessas que os mesmos serão pagos. Quando?

Em 2010 o grupo ganhou o Prêmio Areté concedido pelo Governo Federal, foi desclassificado e agora está dentro da relação. Com mais de um ano de espera, há promessas de pagamento entre julho e novembro. Eita cultura arretada essa que vem de cima.

Frustração outra vez com o São Paulo

Já não bastava a desclassificação para o Santos no Campeonato Paulista, o São Paulo, time do coração, tomou um chocolate do Havaí-SC e está fora da Copa do Brasil. Apesar de ter vencido a primeira partida em casa por 1 X 0, em Santa Catarina o Havaí meteu 3 X 1. Agora resta o brasileirão. Dia 21 de maio o São Paulo enfrentará o Fluminense.

A defesa da bandeira cultural

Assim como os professores defendem suas causas, os políticos, os desportistas, os anarquistas, eu também busco uma bandeira de luta: a cultura. Estou sempre buscando me atualizar nas discussões e fazer com que elas aconteçam, é uma prioridade. E é por isso que busco manter as relações culturais locais e regionais. Espero a geração de muitos frutos.

Repasses sobre o Sistema Nacional de Cultura

Quando retornei da capacitação sobre o Sistema Nacional de Cultura, que aconteceu em Caraúbas, procurei a Secretaria Municipal de Educação em Janduís e fiz todo repasse. É possível que possamos ter a mesma ação aqui na cidade. Quando estive em Alexandria, quinta, 12, repassei também pra Secretaria de Cultura e o município é mais do Rio Grande do Norte que vai aderir. Muito bom!

quarta-feira, 11 de maio de 2011

Capacitação sobre o Sistema Nacional de Cultura

O vice-prefeito de Caraúbas, Alcivan Viana, a qual temos um contato desde quando ele era presidente do Sidicato Rural, me fez o convite para participar da Capacitação Cultural sobre O Sistema Nacional de Cultura, que aconteceu entre 09 e 10 de maio, na Casa de Cultura, ministrado pela equipe do SEBRAE.

O debate foi promissor, onde tivemos com gestores e artistas de pelo menos 10 cidades da região. Número ainda muito baixo, uma vez que o próprio SEBRAE fez articulações com vários municípios.

Sobre os requisitos para criação do Sistema Municipal de Cultura, Janduís já está avançado nos quesitos Órgão separado pra cuidar da cultura que é a Fundação de Cultura e a criação do Conselho de Cultura, o que já temos sem funcionar, o que precisa ser prioridade pro artistas já que são eles quem preenchem esses espaços.

Será necessário ter a adesão do município em primeira mão e já começar a criar o Fundo Municipal de Cultura onde receberá recurso de 1% do município, 1,5% do Estado e 2% da União. É o fim da falta de prioridade cultural para os municípios do Brasil, que senão aderirem só receberá recursos através de Edital.

No Rio Grande do Norte apenas 11 municípios aderiram, num percentual de 7%. O Sistema Nacional de Cultura é considerado o SUS da cultura. Será a grande revolução que os agentes culturais precisam pra caminhar bem.

O encontro me deixou a par de todos os tramites sobre o Sistema de Cultura e em breve quero compartilhar com a Gestão local e com demais municípios que já estamos em discussão. Sob minha companhia esteve Willi Kesle, membro da Cia. Brincantes do Sertão.

Grato a Alcivan Viana, vice-prefeito de Caraúbas, Secretário de Agricultura Emanuel Almeida e Nailka Saldanha, Secretária de Assistência Social.

Diretório do PT de Janduís abre debate sobre filiados

O Diretório Municipal do PT em Janduís, se reuniu segunda-feira, 09, às 19h, na sede, para discutir assuntos relacionados a finanças, filiados, composição do Diretório e agenda de reuniões e atividades partidárias.

O ponto focal foi sobre a questão dos filiados partidários que estão afastados ou sem fazer o repasse da contribuição, uma vez que é obrigatória para mandatos e cargos comissionados, segundo o Estatuto.

Aberto o debate e sem fechamento na mesma noite, o Diretório remarcou nova reunião para dia 23 de maio, às 19h, na sede, onde continuará suas discussões após cumprir encaminhamentos de conversas para tomadas de decisões.

domingo, 8 de maio de 2011

Um dia especial para pessoas especiais

Minha mãe, Maria Lúcia
O nosso calendário homenageia sempre no Segundo Domingo de maio o dia das mães. Justa lembrança àquela que são sempre o nosso rumo, nossa guia e a melhor escola que um filho pode ter em sua vida.

À minha mãe, Maria Lúcia, desejo sempre vida longa, pois acompanho de perto sua capacidade de viver bem entre as pessoas e seu esforço sobre a vida que procura viver juntos a todos os seus filhos e netos.

Mainha e eu em dezembro de 2009
Mainha é sem dúvida meu maior espelho meu ídolo supremo. É brava, briga com ela mesma, mas tem um coração que cabe uma imensidão de amor e compaixão. Faz qualquer coisa pra ver um filho numa boa seja qual for à situação.

Também me preocupo com ela e busco sempre estar por perto para não perder cada minuto e cada segundo que eu possa aproveitar. Retribuir suas ações só mesmo com amor, carinho e doação. Espero viver muito tempo junto dela, até mesmo quando for preciso fazer nossa morada eterna.
Mainha e minha filha Libégna
Por minha mãe, Maria Lúcia, parabenizo todas as mães de Janduís, do Brasil e do mundo. Pois só sabe o valor de um ser tão maravilhoso quem a tem e faz dela um instrumento de amor e paz. FELIZ DIA DAS MÃES.

sábado, 7 de maio de 2011

Parabéns a cidade de Messias Targino

O município de Messias Targino, há 15km de Janduís, estará completando seus 49 anos de Emancipação Política, domingo, 8, na certeza com muita alegria por parte de seu povo ordeiro e promissor.

Por vários momentos estive na cidade desenvolvendo atividades culturais e crie um laço de amizade com muita gente que acredita e respeita as artes e os limites das pessoas. Com isso o município tem sempre avançado em vários aspectos.

O Movimento Social, o mandato do Vereador Pôla, o Sintraf, a Cia. Arte e Ação, o trabalho desenvolvido pela Prefeita Shirley Tragino tem sido grandes avanços nessa luta por dias melhores, claro, aliados a toda comunidade.

Em nome do vereador Pôla Pinto e da Prefeita Shirley Targino, externo meus sinceros respeito e votos de parabéns a todo povo messiense pela construção da cidade de Messias Targino.

Começam as movimentações para 2012

Os prefeitaveis que já puseram o nome a disposição de seus partidos e aos olhos da comunidade janduiense estão firmes de suas posições. A jovem vereadora Lígia Félix do PSDB é um nome posto pela ala da Oposição e que está com toda disposição para disputa eleitoral.

O ex-prefeito e atual vice-prefeito Zé Bezerra do PT lançou seu nome e trabalha no sentido de ser o candidato pelo PT que poderá ter o nome do vereador Raimundo Canuto de Brito também do PT, para disputa da cabeça de chapa no partido. Os nomes atraem grupos de outras legenda locais.

Outra via é a candidatura da Situação que vem forte mesmo sendo um nome ainda não revelado, mas que será apoiado por Salomão Gurgel e estar na governabilidade. Sem falar que ainda tem o nome de Beto de Peixinho, que poderá sair candidato com o apoio de Betinho Rosado e da Governadora Rosalba Ciarline. Vejamos o desenrolar das articulações.

Enquete de intenção eleitoral

O blog parceiro do Enock Douglas (www.blogdoenockdouglas.blogspot.com) vem sempre inovando seu estilo com enquetes acerca de temas importantes. Na última que ele postou, sobre possíveis nomes para renovação na Câmara Municipal de Janduís, meu nome foi lembrado.  Fico grato a lembrança que reflete direto de um trabalho coletivo no eixo cultural. Meus devaneios são mesmo na cultura e continuarei com essa bandeira. O Campo político como possível candidato não está no meu estilo e plano. Obrigado Enock, mais uma vez pela referencia ao nosso trabalho.

quinta-feira, 5 de maio de 2011

XXX Escambo Popular Livre de Rua – 20 anos de insistência e resistência cultural

Em julho de 2010 começamos a discutir o Escambo dos 20 anos em Janduís, quando acontecia o XXVI Escambo em Fortaleza/CE. Daí em diante conversamos no XXVI Escambo de Lucrécia/RN, em setembro de 2010, no XXVIII Escambo de Umarizal/RN, em novembro de 2010 e no XXIX em Guaramiranga/CE, em janeiro de 2011.
Palhaço Espeto - Cia. Ciranduís de Janduís/RN
Além de todos esses encontros discutindo o Escambo dos 20 anos, conversamos na rede do Movimento via internet, assim como tivemos reuniões em Janduís, no mês de fevereiro e demais momentos. Tivemos muito tempo pensando nessa comemoração, que pareceu ser pouco.
Palhaço Algaroba - Cia. Arte e Riso de Umarizal/RN
Muitos grupos acompanharam de perto a discussão, outros ouviram falar e alguns vieram apenas para celebração. No meu ponto de vista, foi um encontro de reencontros com nós mesmos, provocativo a ponto de fazer a gente pensar em algo bem maior e arrojado.
Cia. Filhos do Sol - Janduís/RN
Foi um encontro que apaziguou os ânimos dos grupos locais, fez a comunidade sair de casa e acima de tudo projetou um pensamento de futuro para uma nova dimensão cultural para Janduís e região. Sem contar no abraço caloroso que cada um deu na chegada e na saída; nos esforços somados por cada grupo em busca de deslocamento.

Cortejo do Escambo
São por esses motivos que o Movimento Escambo precisa estar sempre crescendo e a todo momento entrando gente nova, artistas de várias idades de todos os lugares. Juntamos pensamentos diferentes de artistas apolíticos, anarquistas, burocráticos, políticos, uma militância muito ativa.

Em Janduís pensamos em entregar o Troféu Berimbau Mestre Dadá, que não deu certo, sem contar que pensamos numa sala de memória que também não funcionou. Tudo bem, se não deu certo é porque teremos outra oportunidade para tais ações.

Muitos artistas a fim de conversas e outros de curtição o que é natural. Uns perguntando pela nossa ideologia e outros que nem viveram o Escambo querendo calar a roda com palavras de ordem sem ordem. Por que não ter nossas definições pra não irmos pra uma roda discutir aquilo que nem sabemos?!
Grupo Arteiros - Olinda/PE
Nosso esforço sempre foi buscar que cada grupo banque sua própria alimentação, seu transporte, seu espetáculo, mas, há 15 anos acompanho essa discussão e ainda esquecemos nossos pratos, deixamos salas pros de casa arrumar e entupimos os banheiros que todos usam.

Milito nesse movimento justamente há 15 anos. Já vi muitos entrarem e saírem espontaneamente quando os ideários não se batem. Com isso, buscamos sempre locais de aconchego, alimentação onde todos possam fazer e se servir, porque ração quem come é gado e ao contrário será gado também.

Não podemos perder a capacidade de discutir nossos pensamentos sem agredir as articulações locais dos grupos, dos artistas, das pessoas, enquanto a gente não amadurecer e realizar aquilo que pensamos. Será que temos a intenção de dividir o espaço onde cada um constrói com dificuldades? Acredito que não!

Nossos jovens que chegam vêm em busca de aprendizagem cada vez mais, algo que sempre o Movimento fez em sua história. Se drogar, se prostituir nem sempre está no dicionário de muitos que ainda nascem nessa história, ao contrário dos que já viveram repressão e opressão.
Cia. Arte e Ação - Messias Targino/RN
E se nós não tivermos horários de café, almoço e janta nos encontros? Não confirmar quem vai, quantos vão, quantos precisamos pra se alimentar? Pra onde estamos indo de verdade? Amadurecer não significa apodrecer.

Sinto o Movimento Escambo como minha casa pela referencia que bebi durante os anos. Será que só Janduís que tivemos tantas discussões questionadoras sobre os apoios nos cartazes, coisas discutidas entre nós?! É importante estar nas discussões pra não chegar aos encontros alienados.

Respeito todas as maneiras de pensar. Agora preciso que me compreendam também. Cada caso é um caso. É a diferença de muitos que nos une e nos mantém vivos há 20 anos. Se alguém é contra falas de políticos ou outros que sejamos claros e coloquemos á mesa. Essa discussão é simples. Ou será que não somos tão “livres de rua”.

Volto a defender a realização os Escambitos, já que a rede não balança pra todos e para que assim possamos somar as idéias e construir cada vez mais. Não somos selvagens pra mandar meu par calar a boca onde a luta, a perseverança e os rumos são os mesmos. Que cada proposta seja de questionamentos e não de silêncio. Nosso barulho é bem mais festivo do que qualquer ditadura.
Grupo Ginga Faceira - Janduís/RN
Nosso encontro dos 20 anos contou com 18 espetáculos, 39 grupos e 193 pessoas, quando tínhamos confirmados 344 participantes. Analiso que o número de 200 artistas seja sempre um número flexível de ser trabalhado por questões de acomodações, vivencia de alimentação e menos dispersões. Isso o Movimento é quem define.

Busco me avaliar sempre e avaliar as ações gerais dentro de um contexto menos conflituoso e harmonioso. Foi assim que cresci dentro do Movimento Escambo e aprendi a conviver com o meu oposto em determinados segundos da vida. Viva a arte e suas possibilidades.

Opinião pessoal de:
Lindemberg Bezerra
Coordenador da Cia. Ciranduís e membro do Movimento Escambo.

Açude do Livramento em cheia

Um dos açudes mais importante de Janduís está transbordando desde segunda-feira, 03. Para nós é uma imensa alegria, pois além de ser um cartão postal é um ponto de lazer para as famílias e os amantes da natureza.

Confira algumas fotos:

Conversa vai, conversa vem

Durante a articulação para o XXX Escambo, as pessoas de Janduís me via sempre conversando com Raildon Lucena, Assessor de Comunicação da Prefeitura de Janduís e sempre me paravam pra fazer perguntar sobre possíveis intervenções políticas em nossas conversas, já que tivemos em outros períodos afastados e agora bem próximos.

Uma coisa aprendi, as pessoas que querem se relacionar da forma que seja, basta a atitude de respeitas as diferenças contidas em momentos de discordâncias. Isso já aconteceu com companheiro do meu próprio grupo cultural e entendemos que cada qual deve seguir a orientação que lhe for necessária.

Acredito que mais conversas teremos e mais construções coletivas buscaremos permear juntos e junto daqueles que querem discutir uma ação mais abrangente. É de praxe um relação baldar quando não há sinceridade, respeito, honestidade e complacência. Procuro sempre usar o meu melhor em busca de caminhos mais curtos à cultura.

Cuidar da saúde é sempre bom

Além de estar tomando medicamentos para conter a alta Triglicéride, estou numa dieta bem rigorosa. Adicionado aos cuidados com a saúde, passei a tomar óleo de linhaça sempre após as refeições e sempre buscado todos os cuidadas necessários. Já me acostumei numa boa caminhada, pelada no futsal três vezes por semana e agora entre na academia. É meio preguiçoso, mas estou sempre marcando ponto na Academia Performance. Fiz um Elétrico e o diagnóstico é que meu “coraçãozão” está tudo em ordem. Faltam alguns exames, mas, já estou me sentindo com outro aspecto.

Atividades artísticas e sociais me deixam mais leve

Os últimos 22 dias não havia parado pra sentar em frente a um computador e olhar bem as ações, as notícias com calma, porque estava inteiramente integrado a organização do  XXX Escambo de Janduís e participando de outras atividades. Estava mais leve, ganhei mais flexibilidade intelectual e certeza da uma nova roupagem às atividades artístico-culturais de Janduís.

Um período de muitas coisas boas mesmo. Contatos, agendas, articulações, tudo isso me deixou mais alegre, uma vez, que desde janeiro estou sem trabalho e encarando um tratamento de saúde. Contudo, vejo os caminhos e a relações abertas para construções que afloram todos os fazedores de seu ofício.

Blog do Jacyntho Filho: Homenagem do Blog do Jacyntho Filho ao Parlamentar...

Blog do Jacyntho Filho: Homenagem do Blog do Jacyntho Filho ao Parlamentar...: "Homenagem do Blog do Jacyntho Filho ao Parlamentar Jacinto Fernandes pelos serviços prestados em nossa cidade. Vereador Jacinto Fer..."

terça-feira, 3 de maio de 2011

Um longe, mas, sempre perto

Há pelo menos 15 dias que não vinha postando matéria no CULTURA DE FERRO, em virtude das articulações para o XXX Escambo que aconteceu em Janduís, entre 28 de abril a 01 de maio de 2011. Foi um período de correria, aprendizado e de muita efervescência cultural por parte das pessoas sensatas que estivem em Janduís. Tava sem postar, mas sempre vendo o que rola nos bastidores da notícia. Logo trago muitos pensamentos e notícias à tona.