Elaboração de projetos culturais, palestras, oficinas, curso, animação de aniversários infantis.

quarta-feira, 27 de junho de 2012

O adeus ao nosso Vaporzão


Antigo Vaporzão em reforma (Foto Toinho de Helena)
Comecei minha vida cultural em Janduís, no ano de 1993, junto com o professor J. Rhuann. Nossos ensaios de poesia e teatro eram sempre no Vaporzão, antiga creche da cidade.
 
Já nos meados de 1996, motivado por Marcoseul Vieira, encampei na carreira de palhaço e nossos ensaios aconteciam sempre no Vaporzão. Era um verdadeiro celeiro de ensaios e artistas da cidade.

Assim foi em 1999 com o grupo de dança e os demais artistas que ensaiavam música, capoeira, karatê, quadrilha, reuniões e muitas coisas boas. Nosso destino era sempre o Vaporzão.

Com o infeliz projeto das Casas de Cultura no Rio Grande do Norte, que até aqui só serve de cabide de emprego e disputas políticas nas cidades, o sonho de dias melhores não nos trouxe alegria.

Enquanto artista, fiquei sem meu abrigo preferido de ensaios, que embora reformado já estava sob controle do Estado e nada de extraordinário tem acontecido. Quem me dera ter de volta o meu Vaporzão com morcegos e com todos no comando.

Nenhum comentário:

Postar um comentário