Elaboração de projetos culturais, palestras, oficinas, curso, animação de aniversários infantis.

quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Comemorar Sempre Que Necessário



Em todas as cidades brasileiras, os vitoriosos nas urnas em 7 de outubro de 2012, ainda estão comemorando seus êxitos. Algo muito natural. É um ritual sensacional onde solta-se fogos, toma-se umas “biritas”, ouve-se músicas e o que tem direito.
 
Enquanto cidadão que já convivi com vitórias e derrotas, continuo a ver as pessoas de moral fazendo o mesmo ritual. E em Janduís não é diferente. As pessoas que sempre foram contrarias ao PT, comemoram de forma normal.

Em meio à euforia, os exageros surgem pelas mesmas pessoas que foram agraciadas, em outros momentos de vitória, com o título de “mundiça”. As pessoas da política comemoram de forma passiva e os “mamãe quero ir” de forma enlouquecida.

Como a política é muito dinâmica, e conhecendo alguns “guerreiros”, quando os interesses pessoais forem contrariados, logo estarão com a boca no trombone, como sempre fizeram. Muitas águas pela frente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário