Elaboração de projetos culturais, palestras, oficinas, curso, animação de aniversários infantis.

quarta-feira, 31 de julho de 2013

Seminário do PT em Janduís


Janduís vai realizar sua Conferência de Cultura

O município de Janduís vai realizar sua 2ª Conferência Municipal de Cultura, dia 09 de agosto, de acordo com publicação do Diário Oficial, em 29 de julho de 2013.

Ao mesmo tempo em que vi a publicação, fiquei me interrogando, sobre o que poderá sair de tal conferência. Isso porque há um processo de desconstrução dos valores culturais pela atual administração, fingindo ta apoiando a cultura, de maneira que se engatinha um modelo ultrapassado e desrespeitoso.

O município já conta com o Plano Municipal de Cultura, Fundo Municipal, Sistema de Indicadores e Informações Culturais, só que apenas no papel. No momento sem nenhuma notícia do que rola nos planos do Governo Municipal.

Como tenho me expressado em momentos anteriores, torço pra que as coisas aconteçam de verdade, embora façam de maneira excludente comigo, pela minha posição política muito clara. O município não pode retroceder, é necessário avanços significativos e que aconteça com todos e para todos.

Não tenho ressentimentos, desejo de participar de ações do governo, até porque o momento é das pessoas que estão no projeto atual são as que estão com a responsabilidade de fazer melhor do que o que já se fez até antes.

Contudo, na qualidade de cidadão e artista continuarei fazendo o meu papel, de forma pacífica e ordeira.

Espero de verdade que ao final dessa Gestão ainda sobre esperança em nosso povo pra recomeçar, já que até aqui não se vê sinais vitais de ações voltadas pro povo em geral.

Registros de Conferências de Cultura 2013

Acredito que tenha contribuído até aqui com o processo de construção de uma política de Estado e os Desafios do Sistema Municipal de Cultura, como bem está apontando as conferências municipais de cultura 2013.


Algumas cidades percorridas em julho.
Caraúbas/RN

Jardim de Piranhas/RN

Frutuoso Gomes/RN

Messias Targino/RN

Discussão do Plano Estadual de Cultura

A Secretaria Extraordinária de Cultura do Rio Grande do Norte reuniu artistas e produtores pra apresentar o Plano Estadual de Cultura e falar sobre a implantação dos Sistemas Municipais de Cultura.

Com agenda comprometida de última hora, não pude estar presente. Contudo, participei de quase todos os momentos de construção do Plano Estadual de Cultura e o desejo que realmente seja uma lei que não sirva apenas pra se cumprir um ritual nacional.

Almejo o fim dos editais, pois acredito que com um mapeamento bem feito será possível detectar onde as ações de cultura pulsam nesse estado. “E de tal” já ganhamos uns 10 do Estado e se recebemos foi uns 3.


Mudanças culturais significativas no Rio Grande do Norte serão possíveis, quando os velhos modelos de gestão centralizada sumirem e as ações de quem produz falarem por si.

Uma Voz Clama por Paz

“Janduís, Janduís...
Uma cidade tão pequena
Com problemas de um país”
(Ray Lima)

É lamentável o fato da violência em Janduís aumentar de forma desenfreada, atingindo qualquer um que passa. Se já não bastasse a dor pela perda de amigos, vizinhos, conhecidos próximos, convivemos agora com a falta de paz em nossos lares.

Carros abandonados são encontrados quase toda semana, assaltos, furtos, crianças sendo cooptadas pelo crime, além de objetos do povo trabalhador sendo tomados ao nascer do sol. E ainda, tiros pelas ruas mais afastadas noite a noite.



Muito já falamos e nada temos em reposta da Justiça. O Poder nem se fala, esse é que se omite diante da situação: O pequeno diz que o problema é do meio, enquanto o meio joga pro grande. Enquanto isso, ficamos só nos rios das lamentações.

domingo, 7 de julho de 2013

Conferências de Cultura à Vista

Vários municípios do Rio Grande do Norte já tem suas conferências municipais agendadas e outros já executaram, como é o caso de Caraúbas, que realizou a sua dia 05 de julho, às 08h, na Casa de Cultura Manoel do Violão.

Estamos em contato com algumas cidades e deveremos fazer o debate sobre o tema deste ano que é “Uma Política de Estado pra Cultura: Desafios do Sistema Municipal de Cultura”. O prazo final é até dia 05 de agosto de 2013.

Em Jardim de Piranhas será dia 19 de julho e nos demais municípios como Messias Targino, Felipe Guerra e Martins, há um aceno pra possamos contribuir com um momento importante.


No município de Janduís, os artistas esperam muito pela realização da Conferência, que segundo informações extra oficiais, será no primeira semana de agosto. Será um momento pra muitos esclarecimentos da gestão, uma vez que não está havendo diálogo com a cultura local.

Judas Também Comenta

Vi um comentário de um certo “Judas” repudiando as manifestações populares. Até aí tudo bem, é uma questão legítima. Ao mesmo tempo, o falso moralista, se mostrava preocupado com possível assedio de pessoas  pra entrar no “desgoverno” de Janduís.

Acredito que de tanto enganar gestões de Janduís, tal figura queira mostrar fidelidade política, quando na verdade, perdeu a moral e não se sabe de certo que rumo terá.


E uma coisa é mais que correta, gestão se faz com eficiência e equipe de confiança no primeiro plano. Natural. Agora, sem equipe e sem diálogo com os campos só vai crescer como rabo de cavalo: pra baixo.

Leis de Cultura que Não se Cumprem

No ano de 2012 o município de Janduís foi destaque pelas discussões na área cultural e nos avanços construindo com muita luta ao longo dos anos.

Mesmo em fase de institucionalização Sistema Nacional de Cultura, por parte do Governo Federal, Janduís aderiu ao modelo e já criou Conselho de Cultura, órgão próprio que é a Fundação Cultural e seguiu avançando.

Ainda, foi aprovado o Fundo Municipal de Cultura, com repasses de 1% pra cultura local, Sistema de Informações e Indicadores Culturais e o Plano Municipal de Cultura. As leis aprovadas pela Câmara Municipal em 2012 estão adormecidas.

Não se houve em repasses de até 3% pra Fundação de Cultura e não se houve falar nos repasses do Fundo Municipal de Cultura. O órgão da Cultura de Janduís não tem se pronunciado publicamente em relação ao caso, ou se quer, chamado à classe artística pra debater sobre tal.


Fica uma dúvida no ar, será que Janduís vai conviver em toda sua história com o sentimento mesquinho e politiqueiro de quem usa o Poder pra tentar se vingar das ideias contrárias? Até quando tudo ficará como está e impune?

A Decadência das Festas Juninas em Janduís

As festas Juninas de Janduís em 2013 foi um fiasco. Nada de novo se viu, a não ser a diminuição de eventos importantes que ganharam ritmos ao longo dos tempos.

O pov0 não viu a Quadrilha Minervino Matias, o Festival de Quadrilhas Mestre Dadá que reunia a cada ano pelo menos 10 cidades da região; Faltou empolgação do povo pra realizar seus arrias de ruas.

Ainda teve quem realizasse pra tentar manter o ritmo que é da comunidade, mas, a ignorância política dos pequenos gestores foi ao cúmulo na tentativa de atrapalhar a festa do povo.

O “Arraiá de Todos Nós” realizado pela Ciranduís e premiado pelo Governo do Estado em 2012, copiado pela "Gestão", não teve a mesma consistência do regional, e autentico forró de pé de serra.


E continuo a dizer, quem não tem competência moral pra assumir funções que não são prioridades na rotina de trabalho, vira escravo de si mesmo. E olhe, tem gente bajulando muito bem pra se manter de qualquer jeito.

Manifestação Pacífica em Janduís

Cartaz clamando pelos direitos dos professores
A comunidade janduiense foi ás ruas de Janduís, no último dia 29 de junho, cobrar eficiência no serviço público, de maneiro geral.

Cobranças em níveis federal e estadual estiveram em pauta, assim como, em nível de município onde a insatisfação com a gestão que assumiu há apenas seis meses,  é alarmante.

Muitos foram às ruas, outros apenas apoiaram de fora. E pela primeira vez, Janduís fez um protesto sem líderes políticos ou partidos. 

O Município parte pra um caminho super importante, onde quem ousar repetir esse modelo de gestão instalado há tão pouco tempo, vai ouvir as vozes que não se calam.