Elaboração de projetos culturais, palestras, oficinas, curso, animação de aniversários infantis.

quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

O Prazer, o Poder e o Viver na Cultura

Há tão pouco tempo, inventávamos peças teatrais, coreografias, fazíamos música e poesia, somente pelo prazer. Somente. Era uma época em que tinha quem pagasse nossas contas e nos desse de vestir e de comer: nossos pais na maioria dos casos.

O tempo foi passando e agente continuou com o mesmo prazer acrescido da vontade de saciar nossas necessidades com o nossos produtos que tanto aprendemos a fazer e distribuir. Obviamente, não deixamos de estar nas lutas, mas, ganhamos habilidades de sobrevivência com as próprias vivências.

Muitos abandonaram a essência cultural por falta de oportunidade ou por não acreditar no seu próprio instrumento de vida assim como faz o professor, o juiz, o cantor ou qualquer outro profissional, que tem incentivo carimbado, ao contrário do artista. Mas, nem isso, nos fez desistir.

Nesse meio tempo, aprendemos a conviver com as adversidades e vimos figuras que nasceram da luta do povo ocupar espaços nos Poderes e se voltar contra sua criação, para demonstrar serventia a reis e rainha que não tem nenhuma índole com nada, a não ser o pagamento de um salário amargo e corruptor. É possível, estar a frente de determinadas situação sem negar as origens, faz parte do caráter e da formação de cada um de nós que topamos tais desafios.

Contudo, atualmente Janduís não fica de fora dessa maré que vai e vem. E nós, continuamos vivos, criando nossos filhos, produzindo e expandindo o que mais aprendemos a fazer juntos e encangados: arte e cultura pra um povo que necessita sempre. O tempo passa, e tenhamos certeza “Em algum lugar sempre existirá um bom lugar pra gente se encontrar”, como escreveu o poeta em memória, Aurino Santos.

A Eterna Indústria da Seca

A falta de água no Nordeste brasileiro, obviamente, é causada por um fenômeno natural que é ausência de chuva, que causa insuficiência nos reservatórios.

É um problema antigo, capaz de ser resolvido por políticas pública sérias, que não veio, nem virão por nossos representantes políticos. Falo isso, porque todos os eleitos são os representantes da República e não depende unicamente de uma gestão unipartidária.

E aí, a seca sempre foi e será uma grande indústria de políticos sacanas que personalizam as obras públicas, dão nome aos equipamentos e ainda, no  período bem crítico, listam quem deve receber água, obedecendo o grau de fidelidade eleitoreira.

Estamos vivenciando um período crítico no Rio Grande do Norte, estado mais lascado politicamente do que, talvez, o Maranhão. E convivemos com angustia do povo sobre o abastecimento de água e a falta de cumplicidade moral de determinados governantes.


Em algumas cidades é comum um carro pipa passar enchendo baldes, bacias, latas e outros reservatórios. Assim como, é comum ver um equipamento que deveria servir as zonas mais afetadas abastecendo casas de compadres, correligionários, pessoas que só atendem requisitos politiqueiros. 

Enquanto isso, o povo todo assistindo e se lamentando. Sabendo tem o Poder de mudança, mas, insiste no Poder do imediatismo. 

segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

PSOL se Instala em Janduís

Enock Douglas na articulação do PSOL
Segundo informações postadas numa rede social, o Partido Socialismo e Liberdade – PSOL, está sendo implantado com jovens janduiense.

A frente da ideia, o jovem Enock Douglas, que busca na política um propósito diferente do que vem sendo apresentado nos últimos anos em Janduís. Ainda, o foco é à força da juventude socialista e a aglutinação de ideias coletivas.


“As pretensões é de uma formação política para juventude e sensibilização da comunidade contra os caciques sedentos de Poder por e riqueza”, postou Enock Douglas.

Trecho da BR 226 Fechado de Mato

O matagal está invadindo um trecho da BR 226 que liga as cidades de Frutuoso Gomes/RN a Antonio Martins/RN.

O trafego de veículos no local preciosa ser bastante cauteloso, uma vez que animais poderão surgir de supetão, ou mesmo os galhos das arvores dificultem a visão dos condutores.


Fica o alerta pros órgãos responsáveis tomarem as devidas providências.

Conselho de Política Cultural Inativo

Em Janduís, a busca pelo Conselho Municipal de Cultura, começou no ano de 1991, quando foi rejeitado pela Câmara Municipal. Mesmo assim, a cidade contou com um conselho paralelo e comprometido.

A ideia voltou a Câmara no ano de 1993 e por mais uma vez e o projeto foi rejeitado. Retoma-se em 2005 mais um sonho de ver o Conselho legalizado e só em 2009 tivemos o órgão de controle aprovado.


Atualmente, não se houve se quer falar no Conselho Municipal de Política Cultural, que passou assim a ser chamado, após reforma de adequação em 2012. O Poder Executivo não dá bolas pra articulação de seus representantes.

Alegria em Família para Celebrar a Vida de Raimundo do Sindicato

Dep. Mineiro e Raimundo do Sindicato
A comunidade de Permissão, município de Janduís/RN, ficou repleta de amigos, correligionários políticos e sociais, familiares e a comunidade como um todo, pra celebrar os 50 anos de Raimundo do Sindicato, domingo, 19 de janeiro.

Durante 18 anos a brincadeira se repete, e nesse período, 2014 foi o primeiro ano que estive com disponibilidade pra participar de uma concentração de pessoal, em prol de alguém tão querido, que é o Raimundo.


Assim, foi um dia de felicidade e festejo pela vida existência de Raimundo,  que durante toda sua vida tem sido uma referência na luta social e em defesa do meio rural. Desejo muito mais 50 anos pela frente.

quarta-feira, 8 de janeiro de 2014

Volta a Alexandria Para Assessoria Cultural

Documentário em Alexandria/RN - 2008
Após uma primeira temporada no período de 2008 a 2010 trabalhando como oficineiro de teatro do PETI, em Alexandria/RN, retorno em 2014, como Assessor Cultural da Secretaria de Cultura, Meio Ambiente e Turismo.

O tratado de 12 meses foi acertado na manhã desta quarta-feira, 8, na Prefeitura Municipal. A missão é cuidar da implantação do Sistema Nacional de Cultura, captação de recursos e outros assuntos da área.


O acolhimento na cidade tem sido impressionante. Mesmo com um novo grupo político a frente da Administração, tenho tido respeito e credibilidade no trabalho, pelos espelhos em outros municípios.

Jornal de Fato Publica Denúncia Sobre Administração Pública em Janduís

Vereador Leandro Tomé
O Jornal de Fato de Mossoró, publicou nesta terça, 7, denúncia feita pelo vereador presidente da Câmara de Janduís, Leandro Tomé (PRB) sobre uso indevido de máquinas públicas em benefício próprio da atual prefeita.

O fato já havia sido noticiado por blogs da região e nas redes sociais. Segundo a matéria, a prefeita afirmou que “fez uma solicitação” para usar os equipamento e que qualquer um pode. Isso mesmo, se ainda disse que poderia votar na mesma.

Confira matéria.

Primeiro Dia de Trabalho em Jardim de Piranhas

Ação na Semana do Meio Ambiente 2013
Estou de volta a Assessoria Cultural, através da Secretaria de Educação e Cultura, em Jardim de Piranhas/RN.

O primeiro dia de trabalho em 2014 já começou na última terça, 7, onde estive na cidade para conversas administrativas. Ainda em clima de Ano Novo, mas, a seriedade e as energias estão todas reabastecidas.


Vamos retomar a organização dos mecanismos de implementação do Sistema Nacional de Cultura, organização de calendário cultural da cidade, articulação da Paixão de Cristo de imediato, Jornada Pedagógica no final de janeiro.

Recomendação de Leitura

Recomendo leituras nos blogs do companheiro de Escambo Jadiel Lima, filho do amigo Ray Lima (www.jadielblogdele.blogspot.com) e da Édna Araújo, funcionária pública de Jardim de Piranhas/RN (www.ednajardim.blogspot.com) .

sábado, 4 de janeiro de 2014

Código de Postura a Rigor

Um carro de som passa todos os dias nas ruas de Janduís anunciando a população possíveis penalidades, caso os cidadãos não cumpram requisitos como cercar terrenos e colocar lixo nos dias de coletas.

O cumprimento da lei é sempre o melhor contraponto de uma comunidade, concordo. Assim, tal requisito deveria servir pra gestora que não cumpre com o piso salarial dos professores, contrata sem seleção e não cumpre uma lei de cultura criada no município.


O pior ainda, a “Coordenadora de Postura” não passou se quer por qualquer tipo de formação ou orientação que fosse a comunidade dialogar, alertar e criar prazos coletivamente. Contudo, a imposição pra administração é sempre o mais habitual.

Município de Martins em Festa

Foto: Assecom
A Padroeira Nossa Senhora da Imaculada Conceição está sendo celebrada no município de Martins desde 27 de dezembro de 2013, com término neste domingo, 05 de janeiro de 2014.

Durante a programação muitos visitantes e turistas a princesinha da Serra que se depararam com um cidade limpa, organizada e de pessoas alegres. A prefeita Olga Chaves, comemora aos avanços na programação.


Pesquisa de Rejeição Aglutina Acontecimentos Desastrosos

Após divulgação da pesquisa de rejeição da atual Gestão Municipal em Janduís, parecem que nada mais acontece de forma agradável à turma da prefeitura.

No Réveillon, divulgaram que teriam uma banda surpresa na rua. Um carro de som passou o dia todo anunciando e convidando o povo. Quando foi a noite, como sempre com toda incompetência, não houve.

No dia seguinte, 1º de janeiro, tiraram a festa que seria em frente a Prefeitura pra um Clube da cidade, essa foi que deu errado pelo fato da haver retaliação política e desrespeito com os visitantes.


Só nos primeiros dias de 2014 professores e demais funcionários reclamam de salário não creditado, mais “aliados” demitidos, artistas se organizando e tomando rumos e o povo se afastando cada vez mais da “GESTÃO DO POVO”.

Começa Tudo Outra Vez

Passadas as festividades de Fim de Ano, os rituais vitais retomam seus lugares de rotina anual. Estamos no aguarde do que pode acontecer de novo em nossas vidas e estamos, claro, sempre procurando melhorar.

E aí, vem mais uma “ladainha” aos nossos ouvidos: Tudo só começa pós Carnaval que este ano será em março. Até então, muitas previsões e dúvidas. Imagina como não será 2014, Gestão em queda disparada em Janduís, ano de Copa do Mundo no Brasil e Eleições nacionais.